quinta-feira, 7 de novembro de 2019

IGREJA MATRIZ DE SANTO ANTÔNIO

Com estilo barroco bávaro, este templo é fruto do perseverante esforço dos Padres Redentoristas.
Em 6 de agosto de 1933 houve a benção solene da primeira pedra do majestoso templo de Santo Antônio, por Dom Antônio Reis, em comemoração ao bicentenário da Ordem.

No dia 14 de junho de 1935, foi inaugurada a Capela Mor e o primeiro vitral (Santo Antônio pregando aos peixes), oferecido ao Padre Jubilar, Tiago Klinger, reitor dos Padre Redentoristas em Cachoeira do Sul. Em outubro de 1937, nas Festas de Cristo Rei, houve a benção solene de inauguração da Igreja de Santo Antônio.






A igreja possui 53 metros de comprimento, 20 metros de largura e 24 metros de altura. Suas torres têm 54 metros  de altura e seus grandes sinos pesam um total de 4 toneladas.

Rua Ernesto Barros, 1325
Bairro Santo Antônio
Fone: 51 37222184


Fontes:
http://historiadecachoeiradosul.blogspot.com/
http://arquivohistoricodecachoeiradosul.blogspot.com/


terça-feira, 22 de outubro de 2019

CASA DE CULTURA PAULO SALZANO VIEIRA DA CUNHA

A atual Casa de Cultura Paulo Salzano Vieira da Cunha foi construída para ser a residência do Dr. Balthazar de Bem em meados de 1917 e tombada pelo COMPAHC - Conselho Municipal do Patrimônio Histórico-Cultural - em 1985.
Calçamento da Rua Sete, vendo-se a casa do
Dr. Balthazar à esquerda.
Localizada na Rua Sete de Setembro, 1121, em frente à Praça José Bonifácio de Andrade e Silva, a obra arquitetônica em estilo eclético com características do neoclássico, sediou várias entidades culturais, educacionais e sociais. Hoje abriga o Núcleo Municipal da Cultura, a Biblioteca Pública Municipal "Dr. João Minssen", o Atelier Livre Municipal Professora Eluiza de Bem Vidal, a Associação Cachoeirense de Amigos da Cultura - AMICUS e a Lojinha do HCB - Hospital de Caridade e Beneficência. 
Ainda não foram localizadas referências ao autor do projeto arquitetônico, tampouco ao seu executor. A casa possui um saguão decorado com colunas e capitéis que conduz às diversas dependências.Meste mesmo saguão encontramos um teto móvel em estrutura metálica e envidraçada. Esta, quando aberta, permitia a observação do céu.


Balthazar (sentado) com a família em sua residência
(atual Casa de Cultura Paulo S. V. da Cunha)

Teto móvel - foto Antônio A. Maciel
Fontes:

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

AERÓDROMO MUNICIPAL BRIGADEIRO NERO MOURA


Via de acesso asfaltada. Cuidado com o trem!!
Um lugar que me faz bem aos olhos, onde tenho vontade de levar minha família para tomar um mate e colocar as crianças para correr...
São estas boas sensações que sinto ao visitar o nosso Aeródromo, localizado na VRS 810, Estrada da Ferreira, s/nº, Passo D'Areia.
Lazer e história se misturam neste local! O mesmo recebe o nome do Brigadeiro Nero Moura, devido sua representatividade na Aviação e na Administração Pública:




Nero Marques Moura nasceu em Cachoeira do Sul, em 1910. Em 1927, ingressou na Escola Militar do Realengo, no Rio de Janeiro, sendo declarado aspirante da arma de aviação em 1390. 

Ainda nesse ano, teve seu primeiro contato pessoal com Getúlio Vargas, recém-empossado na presidência da República. 
Olha a selfie!












A partir de 1938, tornou-se piloto de Vargas. Em 1941, participou da criação da Força Aérea Brasileira (FAB) e do Ministério da Aeronáutica. Com a entrada do Brasil na II Segunda Guerra Mundial em 1944, foi enviado à Itália onde realizou mais de 60 missões aéreas. 
Com a volta de Vargas à Presidência da República, em 1951, foi nomeado ministro da Aeronáutica, saindo do cargo dias antes do suicídio do Presidente.
Afastado da vida pública, Nero Moura adquiriu uma fazenda em Goio-Erê/PR onde se dedicaria até 1965 à lavoura de café e à criação de gado. Em 1955, tornou-se assessor da diretoria da Refinaria de Petróleo Ipiranga S.A., função que exerceu até 1982. 
Faleceu no Rio de Janeiro em 1994.

O Aeródromo de sua terra natal recebe seu nome. Junto ao seu busto, está o exemplar de um avião Xavante doado pela Força Área Brasileira.



Fontes: 
Fundação Getúlio Vargas



quinta-feira, 10 de outubro de 2019

ALUGUEL DE TRAJES

Seguem informações sobre aluguel de trajes em Cachoeira do Sul:

Selma Sofia Noivas e Festas e Serafim Moda Homem
Rua Saldanha Marinho, 1105
Fone: 51 37223470

Casa das Pilchas
Rua Moron, 1180
Fone: 51 37223031

Bella Noivas
Rua Juvêncio Soares, 1938
Fone: 51 35302523

Casa das Noivas
Rua Presidente Vargas, 1688
Fone: 51 37233859

 Josele Noivas
Rua Moron, 1170
Fone: 51 37234697

Letícia Modas
Rua Presidente Vargas, 432
Fone: 51 37241354





quarta-feira, 9 de outubro de 2019

PALÁCIO LEGISLATIVO JOÃO NEVES DA FONTOURA

O Banco da Província foi inaugurado em 08 de Setembro de 1927, na esquina da Rua Sete de Setembro com a Andrade Neves. Este palacete passou a sediar, a partir de 1982, as reuniões e instalações da Câmara de Vereadores. Construído em estilo neoclássico, segundo projeto arquitetônico de Domingo Francisco Rocco, o prédio foi tombado pelo COMPAHC em 1985.

Créditos: Arquivo Histórico

Créditos: Arquivo Histórico
Créditos: Arquivo Histórico

Créditos: Renato Thomsen









Créditos: Renato Thomsen

Créditos: Arquivo Histórico
João Neves da Fontoura, nasceu em 16 de novembro de 1887, filho do casal Isidoro Neves da Fontoura e Adalgysa Franco de Godoy, formou-se em direito em 1909.
Fixou residência em cachoeira do Sul no ano de 1910 e casou-se com Iracema Barcelos de Araújo em 1912. Exerceu sua profissão de advogado e ocupou alguns importantes cargos públicos como Secretário do Município, Vice Intendente e Intendente Municipal.

terça-feira, 8 de outubro de 2019

VEM PARA O ZOO!!

Esta bela área verde 12.600m², considerada um dos principais pontos turísticos de Cachoeira do Sul, localiza-se no coração da cidade, próximo à Praça José Bonifácio.
Foi primeiramente chamada de Mini-Zoológico em 13 de dezembro de 1986, sendo elevada a Jardim Botânico e Zoológico Municipal em 12 de junho de 1990, pela lei municipal nº2366.
O Zoo proporciona a promoção, a expansão e a diversificação de ações educativas através do acesso ao conhecimento, preservação e registro das espécies vegetais e animais do município, bem como, trabalhar a reabilitação de animais resgatados de situações de risco, e quando possível, suas solturas.




 








Créditos: Imprensa Prefeitura

Os visitantes estão convidados a usufruir de momentos de descanso e lazer, tendo à disposição um ambiente totalmente reestruturado, oriundo do planejamento da administração pública em parceria com a iniciativa privada. Tais melhorias englobam benfeitorias na acessibilidade das trilhas, novas cozinhas (para os animais e para os seres humanos), ambulatório veterinário e a construção e reforma de recintos para os animais, como por exemplo, para os felinos e para as aves.

Funcionamento:
De terça a domingo, das 09:00 as 12:00 e das 13:30 as 17:00.

Visite:

PONTE DE PEDRA

A primeira referência documental sobre a utilização da Ponte de Pedra é de 1848. Localizada sobre o Rio Botucaraí é, segundo o historiador Aurélio Porto, a primeira ponte deste tipo construída no Rio Grande do Sul. Foi, durante muito tempo, o principal acesso de Cachoeira para Porto Alegre e Rio Pardo. Dava passagem às tropas e proporcionava o escoamento da produção e a sua comercialização com importantes municípios. O povo costuma dizer que a ponte foi construída para D. Pedro II passar, o que não é verídico. 
A Ponte de Pedra foi tombada pelo IPHAE - Instituto do Patrimônio Histórico Artístico do Estado - em 2013.
Nome: PONTE DO BOTUCARAÍ
Endereço: PRÓXIMO À ESTRADA DA PONTE DE PEDRA - MUNICÍPIO DE CACHOEIRA DO SUL 
Portaria: Nº 34/2013, de 17/05/2013
Número do Processo: 001852-1100 / 95-2
Número de Inscrição no Livro Tombo: 123
Data de Inscrição no Livro Tombo: 06/12/2013
Data de Publicação em D.O.: 21/05/2013
Fonte: Fonte: http:/www.museucachoeira.com.br

Família Friedrich na Ponte de Pedra em 1951. Doação: Marlene Friedrich Lüdtke, a menina que está no colo da mãe Agnes Iris Friedrich.


Fonte: http:/www.museucachoeira.com.br

Créditos: Claiton Fernando Nazar
https://pontedepedra.blogspot.com
 
Créditos: COLORTEC

 Créditos: COLORTEC

Créditos: Alexandre Cerentini

Créditos: Renato Thomsen

Deslocamento de 13km, em torno de 32 minutos, partindo da Praça Balthazar de Bem (Chateau d'Eau):

Praça Balthazar De Bem

R. Quinze de Novembro, 1304-1416 - Centro, Cachoeira do Sul - RS, 96508-750
Siga para noroeste em R. Quinze de Novembro em direção a R. Gabriel Léon
140 m
Vire à esquerda em direção a R. Gen. Câmara
190 m
Vire à direita em direção a R. Sete de Setembro
1,1 km
Continue até R. David Barcelos
1,0 km
Vire à direita em direção a R. Aparicio Borges
600 m
Vire à direita em direção a R. Aparicio Borges/R. Roberto Danzman
13 m
Vire à esquerda em direção a R. Aparicio Borges
1,0 km
Vire à direita em direção a R. Alarico Ribeiro
270 m
Vire à esquerda em direção a R. Nicolau Roos
850 m
Curvar ligeiramente à esquerda em direção a Av. dos Imigrantes
600 m
Vire à direita em direção a R. Botucaraí
800 m
Continue até Estr. Pte. de Pedra
4,0 km
Vire à direita
2,3 km

Ponte de Pedra

Cachoeira do Sul - RS